Bolo de Fécula da Batata coberto com Creme Diplomate



A primeira receita deste novo ano vai ser bem docinha e festiva. Este bolo foi feito para celebrar os 77 anos da minha avó materna. Ficou muito guloso e irresistível, pois o equilíbrio do doce da cobertura com o contraste do recheio com as natas e o ananás, fez que não ficasse nada enjoativo. E a prova é que todos jantamos bem e ainda comemos 2 fatias de bolo (quase todos, pois há sempre pessoas que se controlam e não são como EU, descontroladas no que toca a um bom bolinho caseiro).
Em relação às fotos do interior do bolo, não tive oportunidade para o fazer, mas imaginem um belo recheio de chantilly e ananás em contraste com o sabor suave do creme Diplomate.


Ingredientes:

Bolo (receita retirada do blogue Recanto com Tempero)

6 ovos (gemas e claras em separado)
180g de açúcar
200g de fécula de batata
1 colher de chá de fermento em pó
sumo de 1 limão médio

Recheio

1 pacote de natas
1 lata de ananás às rodelas, partidas aos pedaços q.b.
açúcar q.b. (4 a 5 colheres de sopa de açúcar)

Cobertura - Creme Diplomate (receita ligeiramente adaptada do blogue Coco e Baunilha)

4 gemas
500ml de leite
100g de açúcar
55g de amido de milho
1 colher de chá essência de baunilha
1 pitada de sal
20g de manteiga
125ml de natas p/ bater, bem frias

Preparação:

Bolo

1- Pré aquecer o forno a 180ºC. Bater as 5 claras em castelo firme e reservar. Depois bater as 5 gemas mais 1 ovo inteiro, com o açúcar e o sumo do limão durante 15 minutos ou até obter um creme bem fofo e esbranquiçado.

2- Depois alternadamente misturar com uma vara de arames as claras em castelo e a fécula de batata peneirada com o fermento na mistura dos ovos e açúcar.

3- Verta a massa do bolo numa forma com aro amovível bem untada com manteiga e farinha e leve ao forno. Mas nessa altura reduza o forno para os 150ºC. Deixe-o cozer lentamente por 35/40min. (faça o teste do palito para verificar a cozedura: espete o palito em zonas diferentes do bolo; quando o palito sair limpo o bolo está pronto) ATENÇÃO não deixe o bolo tempo demais, senão fica muito seco, não deixe passar o tempo.

4- Depois de cozido retire o bolo do forno e deixe-o arrefecer. Desenforme e corte o bolo horizontalmente em 2 partes e reserve


Creme Diplomate
(aconselho a fazer na véspera à noite)

1.Levar a lume brando o leite com o sal e a essência de baunilha até começar a levantar fervura. 

2- Enquanto aguarda que o leite levante fervura, numa tigela misture os ovos com o açúcar e o amido de milho com uma vara de arames. Em seguida juntar o leite bem quente, pouco a pouco, mexendo sem parar e levar de novo ao lume para engrossar e até obter um creme espesso e liso. 

3- Depois de desligar o lume junte a manteiga e misture muito bem com a vara de arames, até a manteiga estar completamente envolvida. Colocar num recipiente e tapar com película aderente de forma a que esta fique colada ao creme. Deixar arrefecer e colocar no frigorífico até usar.

4- Quando for usar o creme, bater as natas em chantilly com umas gotas de sumo de limão. Só envolver as natas em chantilly no creme, quando estiver completamente arrefecido e frio.  Reservar no frigorífico até usar.

Montagem do bolo

1. Dividir o bolo horizontamente, e regar generosamente ambas as partes com o sumo da lata do ananás. 

2. Bater as natas do recheio em chantilly firme. Enquanto estão a bater, vá cortando as rodelas de ananás aos pedacinhos.

3- Barrar a base do bolo com chantilly e cobrir com pedacinhos de ananás e colocar a outra metade do bolo pro cima e pressionar ligeiramente.

4- Barrar o bolo com o creme Diplomate e decorar a gosto. Eu coloquei fios de ovos e praliné de amêndoas.




5 comments

  1. Muitos parabéns à aniversariante! Que foi presenteada com um bolinho excelente!
    bjinhos

    ResponderEliminar
  2. Antes parabéns á tua avó
    O bolo estava lindo...lindo
    bjs

    ResponderEliminar
  3. Que lindo que ficou e deve ser uma delicia!!!!
    Parabéns para a tua avó!
    Bjs :)

    ResponderEliminar