Fold-Over Pear Torte - Tarte de Pêra

Esta é a minha primeira receita desde que faço parte do grupo Dorie às Sextas,  este grupo é inspirado no projecto Tuesdays with Dorie,  neste caso o Dorie às Sextas propõe, duas vezes por mês, receitas do livro Baking, de Dorie Greenspan. Passo a transcrever o lema deste grupo:

"Junte-se quem vier por bem e por paixão partilhada pela cozinha e pela Dorie.
Não gostamos de grupos com muitas regras nem muitas obrigações. Aqui junta-se quem quiser, cozinha quem quiser e publica quem quiser. Tem mais piada se formos muitos e falarmos sobre o assunto, mas cada um é livre de decidir se o quer ou não fazer.

Regras:
1. Idealmente, os membros terão o livro. Mas como não somos fãs de regras e proibições, poderão não ter.
2. Não há obrigação de fazer e publicar (em facebook ou blog) todas as receitas. Mas quantos mais melhor e quanto mais aberta a discussão melhor.
3. As receitas podem sofrer todas as alterações que o cozinheiro quiser. E encoraja-se a partilha dos casos de sucesso e de fracasso."

Passando à receita propriamente dita, é uma tarte que me agradou, pois tem frutas, e eu adoro frutas no bolos e tartes. Mas na sua confecção nem tudo foi fácil, não por causa da receita em si, mas sim porque o ambiente na cozinha não estava a meu favor, passo a explicar:

1º O meu liquificador avariou, e tive que fazer a massa à mão;

2º Depois da tarte feita, quando vou tirá-la do forno, a minha forma de silicone com o fundo em vidro parte-se e a tarte foi direitinha para o chão.

Conclusão, só me apeteceu chorar e praguejar tudo à minha volta, depois de cerca de 2h de confecção e tempo de cozedura, tudo espalhado no chão. Mas, por vezes a teimosia pode ser uma qualidade em algumas circunstâncias, afastei-me durante uns 10 min. daquela divisão (cozinha) para fazer o "luto", e coloquei novamente mãos à cozinha, mas com algumas baixas nos ingredientes, nomeadamente em relação às nozes que a receita original tem: tinha a dose à conta para a receita, e como utilizei na primeira tarte, esta segunda tarte ficou privada das nozes, e os damascos ou passas da receita original foram substituidos por ameixas e arandos. Mas independentemente disso, ficou divina, que tarte maravilhosa, experimentem não se vão arrepender.
Exposto o sucedido espero que gostem da tarte de pêra, e desculpem a hora tardia da receita, mas estes contratempos fizeram com que tudo ficasse fora do tempo.



Ingredientes:
(Receita adaptada do livro Baking) 

Massa de tarte

1 1/2 chávenas de farinha
2 colheres de sopa de açúcar
3/4 colher de chá de sal
150g de manteiga sem sal, fria, cortada em cubos pequenos
2 1/2 colheres de sopa de gordura vegetal fria, cortada em 2 pedaços
1/4 chávena de água gelada

Preparação:

1. Colocar a farinha, o açúcar e o sal num processador de alimentos com uma lâmina de metal e pulsar apenas para combinar os ingredientes. Adicionar a manteiga e a gordura; pulsar até que os pedaços estejam misturados com a farinha. Não mexer demais - nesta altura devemos ter pedaços irregulares do tamanho de ervilhas. Pulsar de forma intermitente, acrescentando, gradualmente, 3 colheres de sopa de água gelada para a massa. Continuar a adicionar a água, um pouco de cada vez, pulsando, até que a massa fique uniforme (é possível que se notem alguns pedaços maiores de manteiga).

2. Deitar a massa sobre uma superfície enfarinhada, ou entre dois discos de papel vegetal, para formar uma base do tamanho indicado; enrolar o disco em película aderente e levar ao frigorífico por 20 minutos.

3. Retirar a parte superior de papel ou filme e deitar sobre a forma para forrar. Remover o resto do papel ou película e, em seguida, premir suavemente a massa de pão dentro da tarteira, para ficar sem bolsas de ar. Em seguida, pressionar os lados da massa para cima, contra os lados da forma. A massa vai plissando e pode até quebrar. Sem stress: basta pressionar para voltar a juntar. Levar ao frigorífico.

Recheio

1/3 chávena de farinha
1/4 colher de chá de fermento em pó
1 pitada de sal
3 pêras grandes maduras, mas firme
1 sumo de limão fresco
Raspas da casca de 1/2 limão
1/2 chávena de ameixas e arandos
2 ovos grandes
1/2 chávena de açúcar
1 colher de sopa de rum
1 colheres de chá de extracto de baunilha
1/2 colher de chá de extracto de amêndoa
25 g de manteiga sem sal, derretida e fria
1 chávena de natas gordas

Preparação


1.Misturar a farinha, o fermento e o sal numa tigela pequena. Reservar.

2. Descascar as pêras e retirar o caroço; em seguida, cortar em cubos. Colocar numa tigela média e misturar com o sumo de limão para evitar que oxidem. Misturar as raspas, as ameixas e os arandos.
Numa batedeira equipada, se possível com uma pá, bater os ovos e o açúcar em velocidade média-alta até engrossar (cerca de 3 minutos). Reduzir a velocidade e adicionar o rum e os extratos. Em seguida, adicionar os ingredientes secos, misturando apenas até incorporar. Por último, adicionar a manteiga derretida, as natas, misturando apenas até que a massa fique homogénea.

3. Retirar a forma forrada do frigorífico. Distribuir os frutos pelo fundo e, em seguida, verter a massa até cobrir 3/4 da forma, uma vez que a mesma vai crescer.

4.Levar ao forno pré-aquecido 180º por 60-70 minutos, ou até dourar a crosta e uma faca inserida no creme saia limpa.Verificar ao fim de 40 minutos: se estiver a queimar demais, cobrir com folha de alumínio.

5. Retirar do forno e deixar arrefecer completamente na forma sobre uma grade, antes de desenformar.
Servir polvilhada com açúcar baunilhado.




  

37 comments

  1. Ficou muito bem, parabéns! E viva a teimosia ;)

    ResponderEliminar
  2. Oh Joaninha nunca é tarde para postar uma receita destas minha querida!!
    E eu ainda nao sei como vai sair a minha, mas eu ja comia uma fatia dessas!! Ai que nao comia!! Tb nao tenho nenhum processador e tb fiz a massa a mao, e estive mesmo para nao fazer! Depois de ter visto o teu pequeno "souci", pensei, vou fazê-la para ser solidaria com a Joana!
    Amanha ja coloco no grupo e no Blog.
    Um beijinho grande minha querida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A tua solidariedade também ficou uma delicia :)

      Beijinhos,
      Joana

      Eliminar
  3. Mesmo com os contratempos saiste-te muito bem!! Uma tarte deliciosa :-)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Apesar dos contratempos eu acho que a tarte ficou com um aspecto estrondoso :D Já comia uma fatia :D

    Beijinhos e um bom resto de fim-de-semana! :D

    ResponderEliminar
  5. Olá Joana,
    Os contratempos fazem parte, pelo menos a mim acompanham-me muitas vezes :)
    Adorei a tarte e posso levar uma fatia comigo?
    Susy

    ResponderEliminar
  6. Bolas, eu acho que não conseguia ter vontade de fazer uma nova! Parabéns pela persistência ;)
    Gostei imenso desta tarte, adoro tartes com massa a toda a volta!
    Beijinhos,
    Inês

    ResponderEliminar
  7. Joana, acabei de a ver lá nas Dories e vim aqui espreitar :)
    Ficou mesmo linda!! O interior perfeito. Bravo!
    Eu ando sem tempo, desta vez não participei, mas adorei a receita.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Bom dia! Bendita teimosia! resultou nesta tarte de aspecto tão apetecível!...
    Adorei o interior, a mistura das peras e das ameixas e arandos... deve ser delicioso!
    beijinhos
    Paula

    ResponderEliminar
  9. Olá Joana: valeu bem a pena a tua "teimosia",pois a tarte ficou linda e com um interior fantástico.
    Bjs
    Márcia

    ResponderEliminar
  10. Joana, ainda bem que não desististe depois do azar da primeira tarte!! Ficou uma tarte linda e tenho a certeza que o sabor também é fantástico!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  11. Ficou linda, ainda bem que não desististe.

    ResponderEliminar
  12. Olá Joana,
    Pois ainda bem que foste teimosa, pois a tua tarte ficou linda e que delícia que deve ser!!
    Beijinhos e resto de excelente Domingo,
    Lia.

    ResponderEliminar
  13. ficou linda por dentro e por fora :) comia já uma fatia bem grande :) beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahhahah :P desapareceu num instante esta tarte:p
      Obrigada:)

      Beijinhos,
      Joana

      Eliminar
  14. Ainda me estou a babar, está linda sem duvida.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  15. Nem tudo acontece como nós queremos e esperamos. No entanto, face aos imprevistos o resultado ficou excelente.
    Apenas publiquei uma vez no grupo.
    Vou ver se me atualizo.
    bjs
    Patrícia

    ResponderEliminar
  16. Não tenho o livro, mas ja vi tantas receitas maravilhosas por aí que estou a considerar... Ainda bem que não desististe :) Ás vezes, acontece-me o mesmo e faço exactamente o mesmo que tu: depois de amaldiçoar tudo e todos, afasto-me uns minutos e regressso à cozinha!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É frustrante quando estas situações acontecem!

      Beijinhos,
      Joana

      Eliminar
  17. Esta é uma receita espectacular, também já fiz uma tarte da Dorie e adorei...t talvez venha a fazer esta, mas mais tarde ! :)

    Apesar dos percalços a tua tarte está linda e com um excelente "ar" ! Ainda bem que não desististe, querida, nem sempre corre bem mas hjá que persistir e o sucesso chega. :)

    Beijinhos

    Isabel

    ResponderEliminar
  18. Olá Joana!
    Que tarte maravilhosa,com uma apresentação divinal e quanto ao sabor pode-se imaginar!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  19. Joana,
    adoro bolo com peras!
    Este ficou tão caprichado, me deu vontade de roubar uma fatia.
    Beijo

    ResponderEliminar